sexta-feira, 17 de outubro de 2008

BLIMUNDA

"Usa, cada qual, os olhos que tem para ver o que pode ou lhe consentem, ou apenas parte pequena do que desejaria." MC, 75
Blimunda tem curiosos e estranhos poderes. As sensibilidades apuradas fazem-lhe ver por dentro das coisas e das pessoas, quando em jejum.
“Olhaste-me por dentro. Juro que nunca te olharei por dentro. Juras que não o farás e já o fizeste. MC, 49”.
A realidade que possui do certo e errado, do bom e mau, foge aos paradigmas da época. Questiona o sentido das coisas não se submetendo passivamente aos modelos de comportamentos sociais que lhe são impostos. É preciso vencer a cegueira e viver intensamente. Blimunda atreve-se, contra as mentes inquisidoras, a questionar o moralmente aceitável, adoptando comportamentos que vão de encontro aos seus sentidos e sentimentos. Blimunda foge aos padrões da época e aos códigos estabelecidos pela sociedade, tornando-se exemplo de transgressão. É amada por uns e apedrejada por outros.
Pretender ser Blimunda vai para além de pretender ser amiga, companheira, unificadora ou construtora. É pretender cravar em si o esteio de todo um universo e fazê-lo girar como gira o mundo, em movimentos de rotação e translação, capaz de ser noite e dia, de calmarias e de tormentas capazes de destruir represas e assim permitir, na corrente do rio, novos caminhos e outras fontes de vida. Blimunda destrói o arquétipo da mulher omissa e submissa, dependente e escrava, tomando parte das decisões, tendo consciência da sua participação e da importância do seu ser. Sabe que é um dos pilares desse grande sonho, dessa ousada busca de liberdade e felicidade.
Esta é a Blimunda, personagem principal do livro de José Saramago - O Memorial do Convento. Eu sou apenas alguém que, não desesperando por ser e saber mais do que aquilo que me consentem, procuro sempre cumprir na sua essência aquilo que sei que sou e respeitar aquilo que são os outros, quando o sabem.

7 comentários:

jg disse...

Logo vi que essa tal de "Blimunda" só podia ser criação do Nobel torneiro, desvirgulado.

Mofina Mendes disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Vou ali, só volto quando for grande...

Blimunda disse...

Olha que não Jg, olha que não!!!
Se atentares bem verás que, afinal, está desfeito o mistério.
Quando na rua, no café ou no cabeleireiro alguém perguntar: Afinal quem é a Blimunda? Responderão: Quem? Essa? Ah, essa sei eu bem quem é! É a Mazona!

Mofina, esqueci-me de elencar um requisito importantíssimo para o nosso blogue.
É proibida a falsa modéstia.

Mofina Mendes disse...

Falsa modéstia? Quem me dera! Pobre de mim mofina, ai pobre de mim coitada.

jg disse...

O primeiro poste deste blog regista 13, treze, comentários!
Não sou supersticioso mas reparo em pormenores.
Mau presságio...

DD disse...

Há 2 dias que estou sem fala.
Que ricas sócias que fui arranjar! Cada uma das 3 passou-me um atestado de total incompetência e agora, por muito que tentasse esforçar-me, o bloqueio foi de tal ordem que nem pio.

Blimunda,
A escolha do teu nome magnetizou-me. É uma personagem fabulosa, de um livro que me fascinou, de um autor que em tempos me encantou (o Funes que me desculpe e o JG que releve essa parte da virgulação). Talvez porque a essa data ainda não tinha sido desvirtuado pelo Nobel.

Agora só falta aparecer aqui o Baltasar Sete-Sóis, atrás da Blimunda Sete-Luas.

Anónimo disse...

[url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/ganardinero.jpg[/img][/url]
[b]Una gran guia de ganar dinero[/b]
Nosotros hemos hallado la mejor pagina web en internet de como ganar dinero. Como fue de utilidad a nosotros, tambien les puede ser de interes para ustedes. No son solo metodos de ganar dinero con su pagina web, hay todo tipo de formas para ganar dinero en internet...
[b][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url]Te recomendamos entrar a [url=http://www.ganar-dinero-ya.com/]Ganar-dinero-ya.com[/url][url=http://www.ganar-dinero-ya.com][img]http://www.ganar-dinero-ya.com/dinero.jpg[/img][/url][/b]